Tipos de células, suas partes e como funcionam

A célula é a forma mínima de organização da vida conhecida, é dizer, que não existe nenhum organismo vivo de tamanho inferior ao da pilha (os vírus são mais pequenos, mas existe discordância quanto à sua origem e ao fato de se são ou não seres "vivos"). Todos cumpram com as exigências de nutrição, relação e reprodução de si mesmas.

De acordo com a teoria celular proposta em diferentes medidas por cientistas do século XVII, XVIII, XIX e XX, mas aceita como verdadeira a partir de 1838, todos os seres vivos do mundo são constituídos por células, organizadas em diferentes níveis de complexidade estrutural e funcional.

A descoberta da célula é considerada o primeiro grande passo no estudo moderno da vida, já que permitiu compreender a complexidade do corpo dos seres vivos e lançou as bases para diversas ciências por vir.



Tipos de seres celulares


  • Unicelulares. Seu corpo é constituído por uma única célula, que realiza todas as funções próprias de um ser vivo. 
  • Pluricelulares. Possuem corpos compostos por abundantes células organizadas em tecidos e que desempenham funções específicas que, em conjunto, mantêm vivo o indivíduo e que lhe permitem crescer e reproduzir-se. Não são colônias de células, mas organismos compostos por muitas células. 

Características das células 


As células dos organismos multicelulares não operam de forma independente, mas conjunta e coordenada, e para isso sacrificam algumas funções vitais, em prol de uma importante especificidade.

Assim, existem tecidos musculares (músculos, tecidos adiposos (gordura), tecidos ósseos (ossos), etc.

Partes da célula 


As células possuem partes distintas, assim como outras que operam no seu interior, como o fazem os órgãos dentro do corpo humano. Algumas destas partes são:

Membrana plasmática. As células possuem uma membrana que delimita e distingue do exterior, a qual tem a propriedade de permitir a entrada e a saída de substâncias a conveniência. Assim, a célula pode deixar entrar nutrientes e excretar resíduos ou detritos.

Parede celular. Alguns tipos de células (plantas e fungos), possuem além de sua membrana, parede celular, que lhes confere rigidez e resistência, feito de substâncias resistentes, como polímeros e açúcares.

Núcleo. Nem todas as células têm núcleo, mas aquelas que sim, concentra nele todo o seu material genético (DNA). Está rodeado por uma membrana nuclear.

Citoplasma. O interior da célula é chamado citoplasma, e é constituído de água e outras substâncias estruturais que permitem organizar a célula.

Organelos. Os vários "órgãos" da célula, que cumprem funções específicas. Alguns são:

Lisossomos. Responsáveis pelos processos de digestão e aproveitamento dos nutrientes.

Cloroplastos. Exclusivos das plantas, possuem a clorofila necessária para os processos de fotossíntese.

Ribossomos. São responsáveis pela síntese de proteínas indispensável para as funções de crescimento e reprodução da célula.

Flagelos. Algumas células possuem membrana destinados a impulsar-las no meio ambiente, chamados flagelos. São típicos dos seres unicelulares e de células móveis, como os espermatozóides.

Retículo endoplasmático rugoso (RER). Sintiteza proteínas.

Retículo endoplasmático liso (REL). Síntetiza lipídios

Aparelho de Golgi. É vital para a síntese de muitas proteínas e lipídios da célula e funciona como uma planta máquina de embalagem: sintetiza, embalado e distribuído as substâncias geradas pela célula para seus respectivos destinos no citoplasma.


Comentários