Análise sintática - Como funciona?


A análise sintática é a parte da gramática que trata o tempo e a concordância com que as palavras são usadas para que uma frase tenha sentido.Ela é o estudo das ligações entre as palavras e de cada palavras isoladamente.

Como essa análise é feita diretamente nas partes das frases, precisamos antes entender melhor o conceito de frase.

Frase é uma escrita que tem como objetivo a comunicação entre os interlocutores, para ser considerada uma frase ela precisa ter sentido completo e coerente. 



Questões analisadas pela sintática


Confira, abaixo, todos os tipos de análise sintática:

Oração


Frase composta por um verbo que o principal elemento onde todo o restante da frase se baseia para a conjugação correta.

Exemplo: Eu fui a casa da minha amiga.

Período

É a frase composta uma ou mais orações. O período pode ser simples, com apenas uma oração e um verbo, ou composto com duas ou mais orações.

Exemplo: Viajarei nas minhas férias de janeiro.

Sujeito simples

É composto por apenas um núcleo de sujeito.

Exemplo:A menina adora brincar na casa das amigas.

Sujeito composto

É composto por dois ou mais núcleos de sujeito.

Exemplo:Tênis e natação são meus esportes preferidos.

Sujeito determinado

É aquele sujeito que pode ser facilmente identificado em uma frase.

Exemplo: Todos brincaram durante o passeio.

Sujeito indeterminado:

É aquele que é mencionado explicitamente na frase, ele é citado mas não indicado diretamente.

Estão pedindo seu comparecimento para liberar o prêmio.

Predicado

O predicado está relacionado ao que é dito sobre o sujeito

Predicativo

Está relacionado ao núcleo nominal, é a parte da oração que exerce essa função.

Exemplo: Eu sou professor de matemática.

Predicação verbal

É a relação entre o verbo e o sujeito, nesse caso os verbos podem ser de ligação ou lexicais.

Exemplo: Juliana comprou muitas bolsas ontem.

Comentários